sexta-feira, 4 de abril de 2008

O que você sonha para seu filho?

Os tradicionais colégios São Bento e Santo Agostinho, no Rio, obtiveram os melhores lugares no ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) em todo país. Em 3º lugar no país ficou uma outra escola privada do Rio, o Mopi. A única escola da rede pública no Brasil entre os 5 primeiros colocados é o Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Viçosa (MG).

As mensalidades, no nível médio, nas escolas públicas privadas com melhores desempenhos no país variam entre R$ 1.500,00 e R$ 2.000,00 / mês.

Inúmeros fatores devem ser analisados em relação a esses resultados. Um dos mais importantes é se perguntar se as melhores escolas preparam seus alunos, bem selecionados "nos vestibulinhos" aos quatro ou cinco anos de idade, para serem felizes na vida ou para vencerem vestibulares.

Aconselho a leitura do artigo de Antônio Gois, jornalista especializado em educação, na Folha de São Paulo, de 4 de abril de 2008, com o título "Sozinho, Enem leva a conclusão equivocada". Ver também o artigo no nosso blog: Crianças de 6 anos devem apenas brincar ou já serem exigidas na escola?

Não dá para ficar calado.

Qual o grau de importância que você daria às provas do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio)?
Muita importância.
Pouca importância.
Nenhuma importância.




7 comentários:

nathália disse...

Dr. Mauro,
Assisti sua entrevista no programa "Mais Você" e adimito ficar confortada em saber que há realmente quem faça pela nossa sociedade. Me questiono até quando as pessoas vão continuar apenas tendo esperança na humanidade e não vão fazer nada. Adimiro o seu trabalho e acredito que se o mundo tivesse mais pessoas como você,este seria bem melhor.
Nathália

renata disse...

Dr.Mauro,assisti mais voçe fiquei indignada com que acontece em nosso país, se 20%de governo, população se preocupasse com interesse de nossas crianças nao seria tao cruel temos que agradecer ao senhor que faz um pouco por elas grato

Anônimo disse...

Queria que meus filhos em primeiro lugar galgassem a liberdade espiritual e financeira. Um mundo cada dia mais difícil e competitivo não admite pessoas aprisionadas. E junto com essas conquistas o melhor: consciência e atitudes para um mundo melhor, em que o senhor Dr. Mauro, faz parte.
Joana

Anônimo disse...

Dr. Mauro sua entrevista para o programa "Mais Você" foi inpresindivel para que a sociedade entenda que estamos em uma gerra chamada "Violência Doméstica" esse assunto tem que ter mais espaço na mídia.
Parabéns pelo seu trabalho.

Anônimo disse...

Dr. Mario,
Primeiro gostaria de dar-lhe o meu parabéns e, pelo seu trabalho que conheci através do programa Mais Você!
O caso de Isabella, chocou também nós que moramos fora do país. E coloco minha indignação sobre o caso Isabella! E minha indignação, de ver como as crianças brasileiras têm sido tratado pelos pais, estando tão longe de seus familiares. Moro no Japão, e entendo que os pais trabalham muito, e diante disso, por várias causas, a maioria das coisas que vi no programa, já vi aqui também.
Uma dica, faça um comentário pra sites de relacionamentos. Assim poderemos divulgar mais seu trabalho. Obrigado

Anônimo disse...

Dr. Mauro, gostaria que existissem mais pessoas como o senhor em nosa sociedade. Sou Técnica em Enfermagem e já presenciei coisas absurdas com as crianças, mas o caso Isabella é de indignar a todos nós.Tenho 3 filhos, de 9,6 e 5 anos,tenho pavor em pensar que possa acontecer alguma coisa ruim a eles. Imagine a possibilidade de um pai ter jogado a própria filha do 6° andar, é inadimissível.

Simone disse...

Dr. Mauro
Assisti sua entrevista no Mais Você, sou Conselheira Tutelar de Jaguaruna - Sc,e sabemos que acontece todo tipo de violência com milhares de crianças todos os dias, e durante esses noticiários sobre a morte de Isabela, ouvi um pequeno noticiário de um bebe que foi morto com um soco do padrasto, e fiquei me perguntando qual a diferença da violência destas duas crianças, e não encontrei nenhuma, então penso que a mídia poderia estar lembrando de tantas crianças que sofrem vilências todos os dias, e mais , divulgar como se denuncia e inclusive o direito ao anonimato.O conselho tutelar quando recebe uma denúncia, na maioria das vezes o direito da criança já vem sendo violado há muito tempo, e por medo de se envolver muita gente se cala.. mas acredito que se unirmos forças, teremos um futuro promissor, um grande abraço e Parabéns pelo seu trabalho...