sexta-feira, 4 de abril de 2008

Crianças, vítimas indefesas.

Em apenas um dia, as páginas do jornais e noticiários da TV deram destaque a um fato incontestável: a fragilidade da criança, ser humano em desenvolvimento e totalmente dependente da proteção dos seus responsáveis: pais, família, estado. Em São Paulo, uma menina de cinco anos, Isabella, foi jogada do prédio onde morava através de uma rede de proteção que foi cortada. Foi assassinada, por quem?

Ainda em São Paulo, um menino de dez anos, Matheus, caiu de um brinquedo em um parque de diversão e morreu. Quem foi o responsável? A criança não!

Em Ibirá, São Paulo, adolescente de quinze anos morreu quando a fibra do toboágua em que ele e colegas brincavam de escorrega, quebrou. Gustavo morreu no local e seus colegas estão internados com fraturas. Quem é o responsável?

Não dá para ficar calado.


Você acredita que está aumentando o egoísmo dos pais, o que estaria levando ao aumento da negligência e da violência contra as crianças?
Sim

Não




4 comentários:

Fabiana disse...

Eu fiquei muito chocada com tamanha covardia com a qual fizeram com Isabella,Só espero que os verdadeiros culpados não fiquem em pune,a justiça muitas vezes resolve os crimes com muito trabalho para achar o verdadeiro culpado e depois de tudo isso os próprios advogados conseguem a liberdade dos réus...ou seja tudo que se foi dito e até mesmo visto pela imprensa se é esquecido pela população e os criminosos voltam a transitar em nosso meio,acho que a justiça teria que dar uma pena sem qualquer chance de liberdade.
Exintem muitos casos como prova disso,caso Dniela Peres,Suzane em fim essa é a minha opinião.
Quero parabenizar vocês por este jesto com os crimes infantis.
abraço!

Debora disse...

um dos culpados pelo que Alexandre Nardoni fez com a Isabella é o pai dele que sempre imcobriu tudo o que o mauricinho fez,até mesmo pelo que tudo indica e está claro Matou a própria NETA dele e o pai do Alexandre continua mostrando ao mundo que DINHEIRO compra muita coisa.Será que vai comprar a inocência do filho e da Madrasta??Fique em paz Isabella!!JUSTIÇA...Realmente não podemos mais ficar calados................

Anônimo disse...

Tenho 2filhas,sou divorciada há dois anos faz uns 3ou4meses meu ex marido está se relacionando com 1 senhora eu soube que certo dia ela pegou a minha filha de 5 anos pelo braço,há eu fiquei enfurecida,falei com o pai das minhas filhas e ele negou disse que isso não aconteceu,mais criança não Mente,eu sei que ela me falou a verdade.Então procurei o Conselho Tutelar de Curitiba e o que ouvi é que era pra eu conversar com o pai das meninas.E não foi só isso essa senhora (namorada do meu ex-marido)certa vez em companhia dele e amigos falou pra minha filha mais velha a de 7anos que sua mãe no casa eu era uma galinha que não prestava,novamente indaguei meu ex marido Novamente ele negou tudo,o que eu penso a respeito disso é que as Mães pudessem registrar queixas na Delegacia de Polícia sobre esses assuntos.Isso também é agressão.Só que o pior é que essa agressão é permitida pelo Pai das crianças.Não dá pra ficar Calada..

Anônimo disse...

Existem muitas Izabelas no Brasil.
Só que a maioria dos casos não têm a repercursão que o da Izabela teve. Hoje mesmo, já saiu a notícia de um padrasto que matou o enteado de 11 anos e queria ter matado o outro irmão, que graças a Deus, não estava no local do crime. Outro dia outro padrasto matou um bebê de 11 meses! Antigamente, as pessoas até criavam crianças que apareciam sem ter eira nem beira. Minha avó mesmo criou muitos e com muito amor e carinho. Onde está o ensino religioso das escolas? Onde está o ensino de moral e cívida das escolas? E o extinto EPB (estudo dos problemas brasileiros) das faculdades? Parece que querem mesmo acabar com a moral e os bons costumes e deixar Deus de lado! Estão conseguindo! Que pena!
Erica Cuiabá MT