quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Bebê morre ao ser atacado por cão rottweiler da própria família

A tragédia ocorreu em Silva Jardim, na região serrana do Estado do Rio. O desabafo da avó: "ele era manso e vivia solto no quintal. Não sei como isso aconteceu".

É incrível como esses ataques de cães contra crianças se repetem e as famílias sempre acham que o cão é de guarda e manso. A notícia divulgada no Jornal do Brasil de 10/01/09 classifica o evento como acidente. Não, não se trata de um acidente. O que ocorreu poderia ser previsto e evitado. É, portanto, um caso de negligência e omissão, com a consequente morte de uma criança totalmente indefesa.


Cão da raça rottweiler

Não dá para ficar calado.

4 comentários:

Montardo disse...

Lauro:
Concordo plenamente: não se trata de acidente e sim de irresponsabilidade. O cão não tem culpa, pois provavelmente ele não foi adestrado adequadamente para conviver numa casa com crianças.

Anônimo disse...

tbm concordo que a culpa nao foi do cachorro,eu tenho uma rottweiler e tenho muitas cirancas em casa,e nunca ela nem rosnou para uma delas,ela é uma cachorra muito docil e amavavel com todos.

Anônimo disse...

...tb concordo neste caso a culpa foi dos pais omissos,e irresponsaveis, pensa bem,o que um bebe estava fazendo junto com esse cachorro,com certeza ele não pegou esse bebe no berço,foram os pais que levaram o bebe pra fora de casa. Agora avalie se não fosse pelo ataque esse bebe poderia se machucar só de um cão desse porte esbarrar nele.Por aí da pra avaliar de quem foi a culpa.

Anônimo disse...

É, esses argumentos de que o cão é o espelho do dono vem fazendo vítimas no Brasil e no mundo mas o número de vitimas de pitbull e rottweiler não são suficiente pra se ter conheimento de que essas raças são imprevisíveis e no seu dia de fúria não interessa quem está em sua frente.