terça-feira, 14 de julho de 2009

Cinismo e perdão

Vista aérea da mansão. Foto: AE

Sarney diz que "esqueceu" de declarar à Receita Federal uma mansão de sua propriedade no Lago Sul, em Brasília, avaliada em 4 milhões de reais.

Foto: Dida Sampaio / AE

Político antiquado, ultrapassado e cínico ao extremo, Sarney pede a bênção da igreja, que a todos acolhe.

Não dá para ficar calado.

Um comentário:

Domingos disse...

FORA GILMAR MENDES !
FORA SARNEY !
FORA BEIJA MÃO !
QUEREMOS BBB NO CONGRESSO !
CHEGA DE ATOS SECRETOS !